CEO da EBC Financial Group (UK) Ltd, fala com Yi Cai.

CEO of EBC Financial Group (UK) Ltd , partilha ideias sobre o investimento e o interesse dos investidores estrangeiros na China, discute os factores que levaram os principais investidores e entrar no mercado chinês e apresenta uma perspetiva do seu crescimento futuro.

David Barrett, CEO da EBC Financial Group (UK) Ltd, compartilha os fatores que atraem investidores para os mercados chineses.

David Barrett, CEO da EBC Financial Group (UK) Ltd, recentemente compartilhou suas opiniões sobre o crescente interesse em investimentos chineses durante uma entrevista aprofundada com Yi Cai. Barrett explorou os fatores que levam os principais investidores aos mercados chineses e ofereceu sua perspectiva sobre o futuro desses investimentos.

Aumento do interesse estrangeiro

Nos últimos meses, houve um aumento acentuado do interesse estrangeiro nas ações chinesas, impulsionado por investidores de alto nível. Michael Burry, conhecido por suas previsões durante o filme “The Big Short”, aumentou significativamente seus investimentos na JD.com e na Alibaba. Da mesma forma, o fundo de hedge de David Tepper investiu pesadamente em tecnologia e nos mercados chineses. Esse interesse crescente se reflete no desempenho do Nasdaq Golden Dragon China Index, que subiu 14,86% de 22 de abril a 3 de maio, alcançando seu maior ganho em duas semanas desde janeiro de 2023. Em 16 de maio, o índice fechou com alta de 2,49%, seu nível mais alto desde setembro de 2023.

Barrett atribui esse interesse renovado ao valor relativo oferecido pelos mercados chineses. “Os índices chineses têm sofrido desde a crise imobiliária de 2021, o que levou a uma queda significativa no investimento estrangeiro direto e na confiança doméstica. No entanto, isso levou a discrepâncias extremas de preços, tornando as ações chinesas uma opção atraente para investidores focados em valor,” explicou Barrett. “Investidores como Burry e Tepper são conhecidos por seu foco estratégico em portfólios altamente concentrados, e seus investimentos significativos em empresas chinesas sinalizam uma forte confiança no potencial de alta desses mercados.”

Perspectivas futuras para o investimento chinês

Olhando para o futuro, Barrett continua otimista com relação ao crescimento contínuo dos mercados chineses. “Há vários indicadores que sugerem que o governo chinês está tomando medidas eficazes para estimular o crescimento econômico e restaurar a confiança do mercado”, observou Barrett. “Os esforços para apoiar áreas vulneráveis da economia, incentivar o investimento doméstico e estabilizar o cenário financeiro estão começando a produzir resultados positivos.”

Ele enfatizou o papel crucial da política doméstica na sustentação desse crescimento. “As políticas para reduzir os riscos de propriedade, apoiar o setor de semicondutores e incentivar as empresas estatais a fortalecer suas posições financeiras são essenciais. Além disso, as iniciativas para aumentar o pagamento de dividendos entre as empresas chinesas provavelmente atrairão mais investidores estrangeiros que buscam rendimento em um ambiente de taxas de juros mais altas.”

Setores promissores e alocação de ativos globais

Barrett destacou o setor de tecnologia como uma área importante para investimentos nos mercados de ações A-share e de Hong Kong. “As empresas chinesas de tecnologia estão na vanguarda da inovação e, com o apoio significativo do governo, estão bem posicionadas para enfrentar os desafios globais”, disse Barrett. “Por exemplo, se a China enfrentar dificuldades na aquisição de semicondutores, ela tem a capacidade de desenvolver seus próprios semicondutores. Considerando as impressionantes margens de lucro de empresas como a NVIDIA, as empresas chinesas têm um forte incentivo para produzir chips competitivos a baixo custo. Com apoio e investimento significativo do governo, a resiliência e o potencial de crescimento desse setor são consideráveis.”

Ele também apontou o setor de veículos elétricos como um dos mais promissores. “O tema dos veículos elétricos tem estado nas manchetes ultimamente”, observou Barrett. “No entanto, é incerto o desempenho das marcas ocidentais na China continental e, vice-versa, como as marcas chinesas se sairão no mercado global. Apesar desses desafios, a tecnologia chinesa continua na vanguarda, e qualquer avanço, especialmente em meio a tensões geopolíticas, provavelmente impulsionará o investimento doméstico. Esse maior foco na inovação e no desenvolvimento local melhorará as perspectivas de crescimento do setor.”

De uma perspectiva global, Barrett aconselha uma estratégia diversificada de alocação de ativos, alertando contra uma dependência excessiva das ações dos EUA. “Embora os mercados dos EUA tenham experimentado um crescimento substancial, é fundamental estar ciente das oportunidades em outros lugares, como a China, onde as avaliações são atraentes”, explica ele. “Dada a recente recuperação das ações dos EUA, é necessário ser cauteloso e diversificar. As commodities, como o ouro, continuam atraentes como reserva de valor e proteção contra incertezas econômicas e geopolíticas. Como os bancos centrais continuam a administrar a liquidez e as taxas de juros, manter um portfólio equilibrado que inclua ativos internacionais subvalorizados e commodities tangíveis pode proporcionar estabilidade e potencial de crescimento.”

###

Sobre o EBC Financial Group

Fundado no prestigioso distrito financeiro de Londres, o EBC Financial Group (EBC) é conhecido por sua ampla gama de serviços, incluindo corretagem financeira, gerenciamento de ativos e soluções integradas de investimento. Com escritórios estrategicamente localizados nos principais centros financeiros, como Londres, Sydney, Hong Kong, Tóquio, Cingapura, Ilhas Cayman, Bangkok e Limassol, entre outros, a EBC atende a uma clientela diversificada de investidores de varejo, profissionais e institucionais de todo o mundo.

Reconhecida por vários prêmios, a EBC se orgulha de aderir aos mais altos níveis de padrões éticos e regulamentações internacionais. A EBC Financial Group (UK) Limited é regulamentada pela Financial Conduct Authority (FCA) do Reino Unido, a EBC Financial Group (Australia) Pty Ltd é regulamentada pela Australian Securities and Investments Commission (ASIC) e a EBC Financial Group (Cayman) Limited é regulamentada pela Cayman Islands Monetary Authority (CIMA).

No centro do EBC Group estão profissionais experientes, com mais de 30 anos de profunda experiência nas principais instituições financeiras, tendo navegado habilmente por ciclos econômicos significativos, desde o Plaza Accord até a crise do franco suíço em 2015. A EBC mantém uma cultura na qual a integridade, o respeito e a segurança dos ativos dos clientes são primordiais, garantindo que cada compromisso com o investidor seja tratado com a máxima seriedade que merece.

A EBC é a parceira oficial de câmbio do FC Barcelona e oferece serviços especializados em regiões como Ásia, LATAM, Oriente Médio, África e Oceania. O EBC também é parceiro da campanha United to Beat Malaria (Unidos para vencer a malária), da Fundação das Nações Unidas, que visa melhorar os resultados de saúde em todo o mundo. A partir de fevereiro de 2024, a EBC apoia a série de compromissos públicos “O que os economistas realmente fazem” do Departamento de Economia da Universidade de Oxford, que desmistifica a economia e sua aplicação aos principais desafios da sociedade para melhorar a compreensão e o diálogo com o público.

https://www.ebc.com/

Douglas Chew
EBC Financial Group
+60 11-3196 6887
email us here
Visit us on social media:
Facebook
X
LinkedIn
Instagram
YouTube
Other



Article originally published on www.einpresswire.com as CEO da EBC Financial Group (UK) Ltd, fala com Yi Cai.